Ir para conteúdo

Tabela de Classificação

  1. Majesty

    Majesty

    Imperadores


    • Pontos

      16

    • Total de itens

      3.898


  2. Nolis

    Nolis

    Colaboradores


    • Pontos

      8

    • Total de itens

      9


  3. Aralom

    Aralom

    Colaboradores


    • Pontos

      5

    • Total de itens

      3


  4. CoehManeh

    CoehManeh

    Cidadãos


    • Pontos

      4

    • Total de itens

      7



Conteúdo Mais Visto

Exibindo conteúdo com a maior reputação desde 24em todas áreas

  1. 3 pontos
    Aralom

    [OTClient] Remove Local Player Default Light

    Resumo Recentemente estava observando que quando estou usando o OTClient ao descer para andares escuros do mapa o jogador fica com uma luz ao redor e quando usamos o Tibia Client esta mesma luz não aparece, ou seja, no OTClient a necessidade do jogador usar uma tocha ou uma magia para iluminar é muito menor que no Tibia Client pois utilizando o OTC o nível de luz não fica como deveria. Após estudar alguns arquivos da source do OTC consegui encontrar a solução, e é bem simples! Instalando Dentro do arquivo creatures.cpp nas sources do OTClient modificar: light.intensity = std::max<uint8>(light.intensity, 3); por light.intensity = std::max<uint8>(light.intensity, 0); Pronto! Espero que gostem!
  2. 3 pontos
    Majesty

    [Windows][MySQL] Ruby Website + WampServer

    [Windows][MySQL] Ruby Website + WampServer Tutorial explicando como instalar o Ruby Website feito em Laravel com o WampServer. Obs: Antes de abrir o website com o WampServer, clique com o botão esquerdo do mouse no ícone do Wamp que está na barra de tarefas (Tray) e mude a versão do PHP para 7.2.4. 1 - Downloads Necessários - WampServer: (32-bit download, 64-bit download) - Composer : [Conteúdo Oculto] - Node.js: (32-bit download, 64-bit download) - Ruby Website: [Conteúdo Oculto] - Ruby Server schema.sql: [Conteúdo Oculto] 2 - Instale os softwares necessários - Instale o WampServer. (C:\wamp64 se o SO é 64-bit) ou (C:\wamp86 se o SO é 32-bit) - Instale o Composer. Ele pedirá para utilizar o PHP do WampServer, selecione C:\wamp64\bin\php\php7.2.4\php.exe - Instale o Node.js (C:\nodejs). - Faça o download do Ruby Website e salve os arquivos na pasta C:\wamp64\www 3 – Database - Abra o WampServer e aguarde até que os serviços Apache + MySQL estejam rodando. - Acesse [Conteúdo Oculto] - O utilizador padrão é root, senha: em branco, servidor: MySQL. - Clique em +New no painel a esquerda e crie uma database. - Exemplo: rubyserver. - Importe o arquivo schema.sql do Ruby Server. - Acesse a pasta C:\wamp64\www e renomeie o arquivo .env.example para .env - Caso não consiga renomear o arquivo, edite com as informações da sua database e depois salve como .env - É no arquivo .env que estão as configurações da database. - Se você criou a database no phpmyadmin com o nome rubyserver, configure assim no arquivo .env: - Neste caso, para o tutorial em localhost foi mantido o usuário root sem senha alterada no WampServer. 4 – Ruby Website - Abra o Prompt de Comando (CMD) do Windows com direito de Administrador (deve aparecer C:\WINDOWS\system32>) e acesse o diretório do Ruby Website com os comandos: - Neste caso, os arquivos do Ruby Website estão salvos em C:\wamp64\www Obs: o caminho do diretório dependerá de onde você salvou os arquivos do repositório do Ruby Website. - No Prompt de Comando (CMD), estando no diretório do rubywebsite utilize os comandos abaixo: - Feito isso, o Ruby Website está pronto! - Com o Ruby Website instalado, para abrir basta apenas seguir o passo 5 ou o passo 5.1. 5 – Abrindo o Ruby Website com Laravel - Acesse o Prompt de Comando (CMD) do Windows com direito de Administrador (deve aparecer C:\WINDOWS\system32>) e acesse o diretório do Ruby Website com os comandos: Neste caso, os arquivos do Ruby Website estão salvos em C:\wamp64\www Obs: o caminho do diretório dependerá de onde você salvou os arquivos do repositório do Ruby Website. - Para abrir o Ruby Website utilize o seguinte comando: php artisan serve (é o servidor do Laravel) - Depois em seu navegador, acesse [Conteúdo Oculto] ou [Conteúdo Oculto]. - Ruby Website será aberto com sucesso! 5.1 – Abrindo o Ruby Website com WampServer - Para abrir o website corretamente, primeiro deve ser feita a alteração do host no arquivo httpd-vhosts.conf (localizado em C:\wamp64\bin\apache\apache2.4.33\conf\extra) - Altere o virtual host deixando assim: - Salve o arquivo e depois reinicie os serviços do Wamp. Obs: Antes de abrir o website com o WampServer, clique com o botão esquerdo do mouse no ícone do Wamp que está na barra de tarefas (Tray) e mude a versão do PHP para 7.2.4. - Depois em seu navegador, acesse [Conteúdo Oculto] ou [Conteúdo Oculto]. - Ruby Website será aberto com sucesso! 6 – Créditos: Leohige: [Conteúdo Oculto] Tutorial: Majesty
  3. 3 pontos
    Jair Kevick

    Libs PokeStorm [Linux]

    @Behmen Por sorte achei ela perdida no meu Dropbox. [Conteúdo Oculto]
  4. 2 pontos
    Aralom

    [OTClient] Diagonal Movement Adjust

    Resumo Atualmente existe um pequeno delay que incomoda alguns jogadores. Com a aplicação das alterações abaixo você poderá ajustar a velocidade do jogador ao andar diagonal. Instalando Dentro do arquivo creature.cpp nas sources do OTClient procure por: getStepDuration(true) Altere todos que encontrar para: getStepDuration() Agora procure por: interval *= factor; Altere para: interval *= 1.5; Dentro do arquivo localplayer.cpp nas sources do OTClient procure por: getStepDuration(true) Altere para: getStepDuration() Dentro do arquivo creature.cpp nas sources do Servidor procure por: //diagonal extra cost lastStepCost = 3; Altere para: //diagonal extra cost lastStepCost = 1.5; Agora procure por: if ((dir & DIRECTION_DIAGONAL_MASK) != 0) { stepDuration *= 3; } Altere para: if ((dir & DIRECTION_DIAGONAL_MASK) != 0) { stepDuration *= 1.5; } Pronto! Os valores em vermelho definem a velocidade que será definida. A velocidade que foi utilizada no exemplo acima e que indico foi de 1.5.
  5. 2 pontos
    vyctor17

    LockPick - [PXG/SKYRIM]

    só pra mostrar que eu não esqueci do fórum, vou postar uma brincadeirinha minha no Ot-Client. basicamente um lockpick inspirado no skyrim ou no PXG.
  6. 2 pontos
    Nolis

    Exura Sio com base na vida máxima e magic level

    Depois de uma aula demorada com um amigo consegui entender algumas funções novas. Ele fez eu pensar e desenvolver sozinho e deu algumas dicas, e esse foi o resultado: O script faz com que ao usar exura sio "cid ou exura sio "tid seja levado em consideração a vida máxima do player, então o health é calculado a partir de uma porcentagem base de vida que eu quero curar vezes o magic level do jogador dividido por 100. Eu fiz desse jeito por que o servidor que eu estou desenvolvendo é HIGH EXP, então são quantidades absurdas de vida e mana e há diferentes magias de cura para cada promoção. Esse script faz com que o player de uma vocação avançada não sinta necessidade de usar uma magia de cura da vocação anterior, já que esta curará bem menos. Além disso, podendo definir uma porcentagem base eu consigo manter o Skill Magic Level Rate em 1, valorizando o treino de skills no servidor, mesmo sendo high exp. local combat = createCombatObject() setCombatParam(combat, COMBAT_PARAM_TYPE, COMBAT_HEALING) setCombatParam(combat, COMBAT_PARAM_EFFECT, CONST_ME_MAGIC_BLUE) setCombatParam(combat, COMBAT_PARAM_AGGRESSIVE, false) setCombatParam(combat, COMBAT_PARAM_DISPEL, CONDITION_PARALYZE) function onCastSpell(cid, var) local voc = getPlayerVocation(cid) local maglevel = getPlayerMagLevel(cid) local tid = variantToNumber(var) local lifeme = getCreatureMaxHealth(cid) local lifefriend = getCreatureMaxHealth(tid) if not isPlayer(tid) then --druid-- healthpercent5 = 35 * (lifeme / 100) * (maglevel / 100) healthpercent6 = 28 * (lifeme / 100) * (maglevel / 100) healthpercent7 = 24 * (lifeme / 100) * (maglevel / 100) healthpercent8 = 22 * (lifeme / 100) * (maglevel / 100) else healthpercent5 = 36 * (lifefriend / 100) * (maglevel / 100) healthpercent6 = 34 * (lifefriend / 100) * (maglevel / 100) healthpercent7 = 32 * (lifefriend / 100) * (maglevel / 100) healthpercent8 = 30 * (lifefriend / 100) * (maglevel / 100) end if isInArray({2, 6, 10, 14, 18, 22, 26, 30, 34, 38, 42, 46, 50}, voc) then local healthmax, hois if not isPlayer(tid) then healthmax = lifeme hois = cid else healthmax = lifefriend hois = tid end if (healthmax <= 10000) then doCreatureAddHealth(hois, healthpercent5) elseif (healthmax > 10000) and (healthmax <= 90000) then doCreatureAddHealth(hois, healthpercent6) elseif (healthmax > 90000) and (healthmax <= 200000) then doCreatureAddHealth(hois, healthpercent7) elseif (healthmax > 200000) then doCreatureAddHealth(hois, healthpercent8) end end return doCombat(cid, combat, var) end
  7. 1 ponto
    fiinty

    Retro 8.60 com sprites de 7.4

    Estou querendo montar um server 8.60 com sprites de 7.4 para voltar com aquela nostalgia. Alguém gostaria de embarcar e/ou poderia ajudar. Aceito sugestoes 
  8. 1 ponto
    Majesty

    [Windows][VC2017] Compilando Sources TFS 1.3 + VCPKG

    [Windows][VC2017] Compilando Sources TFS 1.3 + VCPKG Tutorial explicando como compilar as sources do The Forgotten Server 1.3 + VCPKG com o Visual Studio 2017. 1 - Downloads Necessários - Visual Studio 2017 Community: [Conteúdo Oculto] - Microsoft Visual C++ 2017 Redistributable: (32-bit download, 64-bit download) - Git: [Conteúdo Oculto] - VCPKG: [Conteúdo Oculto] 2 - Visual Studio 2017 - Na tela inicial do Visual Studio, no produto Visual Studio Community 2017 clique no botão Instalar. - Na próxima tela, selecione Desenvolvimento para Desktop com C++. - Na mesma tela em Resumo, selecione: - Depurador Just-In-Time; - Conjunto de ferramentas VC++ 2017 versão 15.7 v14.14 ferramentas v141 [x86 e x64]; - Ferramentas de criação do perfil do C++; - SDK do Windows 10 (10.0.17134.0); - Ferramentas do Visual C++ para CMake; - Visual C++ ATL para x86 e x64; - SDK do Windows 10 (10.0.16299.0) para Desktop [x86 e x64]; - Conjunto de Ferramentas do VC++ 2015.3 v140 (x86, x64). - Componentes Individuais: - SDK do CRT Universal do Windows; - SDK do Windows 8.1; - Pacotes de Idiomas (Inglês e Português (Brasil)). 3 - Instale os softwares necessários - Instale o Git. - Para fazer a instalação completa do VCPKG, execute os comandos abaixo no Git Bash. 4 - Sources The Forgotten Server 1.3: - Faça o download das sources do The Forgotten Server 1.3 com o comando abaixo no Git Bash: 5 - Instalação das bibliotecas VCPKG - Escolha um dos conjuntos de bibliotecas abaixo de acordo com o seu sistema operacional. - Execute o comando com o Git Bash. - Para compilação em 64-bit: ./vcpkg install boost-iostreams:x64-windows boost-asio:x64-windows boost-system:x64-windows boost-variant:x64-windows boost-lockfree:x64-windows luajit:x64-windows libmariadb:x64-windows pugixml:x64-windows mpir:x64-windows - Para compilação em 32-bit: ./vcpkg install boost-iostreams:x86-windows boost-asio:x86-windows boost-system:x86-windows boost-variant:x86-windows boost-lockfree:x86-windows luajit:x86-windows libmariadb:x86-windows pugixml:x86-windows mpir:x86-windows 6 - Compilando as Sources do The Forgotten Server 1.3 - Encontre o diretório vc14 do TFS (C:\Usuários\SeuUsuário\vcpkg\forgottenserver\vc14) e abra o arquivo theforgottenserver.sln. Isso irá abrir o Visual Studio e você estará apto a compilar as sources. - No Visual Studio, escolha a opção Release e a solução "Win32" ou "x64". - Para compilar as sources, clica em Build no menu e depois em Build Solution. - As sources serão compiladas com sucesso. 7 - DLL's Necessárias Para compilação em 64-bit: - Copie as DLLs da pasta (C:\Usuários\SeuUsuário\vcpkg\forgottenserver\vc14\x64\Release) ou da pasta (C:\Usuários\SeuUsuário\vcpkg\installed\x64-windows\bin): Para compilação em 32-bit: - Copie as DLLs da pasta (C:\Usuários\SeuUsuário\vcpkg\forgottenserver\vc14\Release) ou da pasta (C:\Usuários\SeuUsuário\vcpkg\installed\x86-windows\bin): 8 - Créditos Desenvolvedores TFS: [Conteúdo Oculto] Majesty (Tradução + Tutorial de compilação no VS2017) Microsoft (VCPKG)
  9. 1 ponto
    Majesty

    [WIP] Tibia 11 Item Editor

    Tibia 11 Item Editor Download do Tibia 11 Item Editor. Em desenvolvimento. 1 - Download: Sources: [Conteúdo Oculto] 2 - Créditos samco (Vysius) - OTLand Jo3Bingham Summ
  10. 1 ponto
    CoehManeh

    Summon/Pet passar por monstros

    Olá, Problema resolvido por mim mesmo. Basta alterar essa parte na source: if (monster->canPushCreatures() && !monster->isSummon()) { if (creatures) { for (Creature* tileCreature : *creatures) { if (tileCreature->getPlayer() && tileCreature->getPlayer()->isInGhostMode()) { continue; } const Monster* creatureMonster = tileCreature->getMonster(); if (!creatureMonster || (!tileCreature->isPushable() && !creatureMonster->isSummon())) { return RETURNVALUE_NOTPOSSIBLE; } } } } else if (creatures && !creatures->empty()) { for (const Creature* tileCreature : *creatures) { if (tileCreature->isInGhostMode() || tileCreature->isSummon()) { continue; } return RETURNVALUE_NOTENOUGHROOM; } }
  11. 1 ponto
    Majesty

    LockPick - [PXG/SKYRIM]

    Me lembro de ter visto quando ainda estava em desenvolvimento. Parabéns pelo trabalho @vyctor17, ficou bom o sistema. REP+.
  12. 1 ponto
    CoehManeh

    Como encontrar as informações da posição que quero em uma array?

    Galera, problema resolvido por muita insistência e tentativas de um cara que se aventura em programação! Bastou alterar o arrayOutfit[o] e arrayOutfit[v] por "o" e "v", respectivamente: if (player:getStorageValue(storage00000) ~= 1) and (player:getLevel() < L01) then player:setStorageValue(storage00000, 1) player:setStorageValue(storage00001, 0) player:addOutfit(o[1]) player:removeOutfit(o[2]) outfit.lookType = o[1] player:setOutfit(outfit) player:setVocation(v[1]) end if (player:getStorageValue(storage00001) ~= 1) and (player:getLevel() >= L01) then player:setStorageValue(storage00000, 0) player:setStorageValue(storage00001, 1) player:addOutfit(o[2]) outfit.lookType = o[2] player:setOutfit(outfit) player:setVocation(v[2]) end
  13. 1 ponto
    Majesty

    MyAAC

    MyAAC Créditos: slawkens MyAAC é um Criador de Conta Automático (AAC) e Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (CMS) gratuito e de código aberto escrito em PHP. É uma bifurcação do projeto Gesior. Ele suporta somente bancos de dados MySQL. GitHub: [Conteúdo Oculto] Site oficial: [Conteúdo Oculto] Requisitos: - PHP 5.3.0 ou superior; - Database MySQL; - Extensão PDO PHP; - Extensão XML PHP; - Extensão ZIP PHP; - (Opcional) Mod_rewrite para urls amigáveis. Características: Todas as características do Gesior AAC, listadas aqui (UNNAMED acc. maker 0.3.2 beta for TFS) Suporte para TFS 0.2, 0.3, 0.4, 1.x, otserv 0.6.3, 0.6.4 e superior. Com base no GesiorAAC, mas a maioria dos arquivos foi dramaticamente atualizada, com correções de bugs e alterações de código. Base muito limpa. Fácil instalação com auto-detecção para a maioria dos valores do config.lua Endereços agradáveis com urls amigáveis (regras do .htaccess)! Registro de ações da conta (mostra ações que você fez em sua conta, por exemplo, personagem criado, chave de recuperação comprada, etc.) (Criação de Conta - Bandeiras dos Países) 3 tipos de assinatura dos personagens para escolher Sistema reCAPTCHA do Google. Sistema de cache. A maioria das páginas é armazenada no cache para uma atualização mais rápida. Com poderoso sistema de plugins, você pode facilmente adicionar funcionalidade ao seu site. Adicione temas, adicione páginas, adicione qualquer coisa! Páginas personalizadas. Adicionar / Modificar novas páginas do painel de administração Editar jogadores do painel de administração. Fácil migração do Gesior AAC para MyAAC através do script de instalação. e mais! Não listado aqui. Imagens: Como instalar? Baixe os arquivos necessários, navegue em seu navegador para o local onde você carregou seus arquivos - normalmente http: // localhost. Siga as etapas de instalação para instalar o AAC. É possível migrar do GesiorAAC para o MyAAC? Sim! É possível, graças ao script de instalação, que automaticamente detecta o esquema de banco de dados existente e faz a atualização. Basta fazer o upload do MyAAC para a pasta raiz da web e seguir as etapas de instalação. Nenhuma etapa adicional precisa ser feita! Seu banco de dados será convertido de Gesior para MyAAC, e você não perderá nada! Tão simples! Demo: Com um site demo, é possível visualizá-lo com vários layouts. [Conteúdo Oculto] Download: [Conteúdo Oculto]/releases
  14. 1 ponto
    luhfe

    Free Vip New account (Resolvido)

    QUANDO FECHA E ABRE O SERVER fica acumulativo os vip dado, ganha mais 2 além dos que ganhou a primeira vez. somente quando reseta o server, provavelmente por ser Storage Global, alguém sabe ajeitar? ---------------------------------------------------------------------------------- Para ser sincero não sei se a forma que o código foi elaborado está correta ou acarretara em algum bug mais pra frente porém foi a qual eu achei depois da madrugada toda procurando, entendendo os cod, refazendo libs, etc... algumas funções estavam 'trocados' na minha lib. Ai está o código para adicionar 2 dias Vips Grátis ao primeiro Login do player, Será adicionado a vip na MySQL na tabela "VipDays" a qual eu uso, junto ao sistema Vip. Mesmo criando vários characters não será possível acumular a bonificação do tempo de vip !!! Só colocar no Login.lua , dentro da pasta de Creaturescript/Script (podendo estar em alguma subpasta tb). local storage3 = (player:getAccountId(cid)+550) local diasv = 2 --DIAS DE VIP (Em dias mesmo não em horas - pois é o que uso no systema vip) if getGlobalStorageValue(storage3) == 1 then player:sendTextMessage(MESSAGE_EVENT_ORANGE,string.format('MSG PARA QUEM JA GANHOU O VIP TIME')) else setGlobalStorageValue(storage3, 1) player:addVipDays(diasv) player:sendTextMessage(MESSAGE_EVENT_ORANGE,string.format('MSG PARA QUEM RECEBERA A VIP TIME')) end Obs : Antes do ultimo return true end Qualquer problema ou bug avisar pois ajudara a mim também ainda não testei no dia a dia.
  15. 1 ponto
    Nolis

    Free Vip New account (Resolvido)

    [Conteúdo Oculto] Esse link ai tem o script com a função de checagem por account, agora transforma em creaturescripts Extra [Conteúdo Oculto] [Conteúdo Oculto]
  16. 1 ponto
    Majesty

    [Windows][VC2017] Compilando Sources OTXServer Global Full

    [Windows][VC2017] Compilando Sources OTXServer Global Full Tutorial explicando como compilar as sources do OTXServer Global Full com o Visual Studio 2017. 1 - Downloads Necessários - Visual Studio 2017: [Conteúdo Oculto] - Microsoft Visual C++ 2017 Redistributable: (32-bit download, 64-bit download) - TFS SDK 3.2 (Bibliotecas): [Conteúdo Oculto] -- sha1sum: 3fb1b140e40e8e8bc90f82f92bd022a50569b185 -- sha256sum: 2ffb549f336ad11550da9b9c40716880e13b1cc0ee86e7599022dcacc972a3bf - Bibliotecas Boost C++ 1.62.0: (32-bit download, 64-bit download) - Sources OTXServer Global Full: [Conteúdo Oculto] 2 - Instale os softwares necessários - Instale as bibliotecas Boost C++ 1.62.0. 3 - Visual Studio 2017 - Na tela inicial do Visual Studio, no produto Visual Studio Community 2017 clique no botão Instalar. - Na próxima tela, selecione Desenvolvimento para Desktop com C++. - Na mesma tela em Resumo, selecione: - Depurador Just-In-Time; - Conjunto de ferramentas VC++ 2017 versão 15.7 v14.14 ferramentas v141 [x86 e x64]; - Ferramentas de criação do perfil do C++; - SDK do Windows 10 (10.0.17134.0); - Ferramentas do Visual C++ para CMake; - Visual C++ ATL para x86 e x64; - SDK do Windows 10 (10.0.16299.0) para Desktop [x86 e x64]; - Conjunto de Ferramentas do VC++ 2015.3 v140 (x86, x64). - Componentes Individuais: - SDK do CRT Universal do Windows; - SDK do Windows 8.1. - Depois de baixado e instalado o Visual Studio Community 2017 e suas ferramentas, você estará apto a compilar as sources do OTXServer Global Full. 4 - TFS SDK 3.2 - Extraia os arquivos do TFS SDK 3.2. - Antes de rodar o arquivo "register_tfssdk_env.bat", clique com botão direito nele e em Editar. - Você encontrará escrito assim: setx TFSSDKDir %CD% - Você deverá colocar as "" (aspas duplas) em %CD% e adicionar "pause" no final (lembre-se de salvar o arquivo). - Ficando assim: setx TFSSDKDir "%CD%" pause - Rode o arquivo e ele irá abrir uma janela cmd informando com sucesso o valor salvo. Obs: fazendo isso, você não precisará adicionar as bibliotecas manualmente. 4.1 - Boost C++ - Mova o arquivo "register_boost_env.bat" que está na pasta do TFS SDK 3.2 para o diretório onde foi instalado o Boost C++ 1.62.0 (Exemplo: C:\local\boost_1_62_0) - Antes de rodar o arquivo "register_boost_env.bat", clique com botão direito nele e em Editar. - Você encontrará escrito assim: setx BOOST_ROOT %CD% - Você deverá colocar as "" (aspas duplas) em %CD% e adicionar "pause" no final (lembre-se de salvar o arquivo). - Ficando assim: setx BOOST_ROOT "%CD" pause - Rode o arquivo e ele irá abrir uma janela cmd informando com sucesso o valor salvo. Obs: fazendo isso, você não precisará adicionar as bibliotecas manualmente. 4.2 - Adicionando manualmente os diretórios das bibliotecas - Se os .bat não funcionarem, adicione manualmente os diretórios. - Utilize a Tecla do logotipo do Windows + Pause para acessar as Propriedades do Sistema. - Acesse Configurações avançadas do sistema. - Na aba Avançado, clique em Variáveis de Ambiente. - Em variáveis de usuário adicione os diretórios do TFSSDKDir e BOOST_ROOT. - Exemplo: 5 - Compilando as Sources do OTXServer Global Full - Encontre o diretório vc14 do OTXServer Global Full e abra o arquivo theforgottenserver.sln. - Abrirá uma nova janela para Examinar Ações de Solução, basta selecionar as opções conforme a imagem abaixo: - Feito isso, você estará apto a compilar as sources do OTXServer Global Full. - No Visual Studio, escolha a opção Release e a solução "Win32" ou "x64". - Para compilar as sources, clica em Build no menu e depois em Build Solution. - As sources serão compiladas com sucesso. 6 - DLL's Necessárias - Para rodar o servidor você precisa baixar as DLL's, elas são encontradas para download neste tópico: 7 - Créditos Desenvolvedores TFS: [Conteúdo Oculto] Ninja: [Conteúdo Oculto] Majesty (Tutorial de compilação no VS2017) Microsoft
  17. 1 ponto
    Nolis

    [Windows][VC2017] Compilando Sources OTXServer Global Full

    ótimo conteúdo @Majesty Eu não consigo ver os conteúdos, mesmo estando logado. De qualquer forma não preciso usar o tutorial agora, mas to avisando caso alguém tenha o mesmo problema. (também não consigo colocar qualquer imagem, pelo link, demonstrando o problema) - Resolvido.
  18. 1 ponto
    Nolis

    [TFS 0.4] Chest Comprar Item Ingame (recolhendo duas moedas diferentes)

    Comprar mesmo item com 2 moedas diferentes! (Chest Action) 23:31 Sao necessarios 50 gold coin e 50 crystal coin para realizar esta compra. 23:32 Voce comprou crown backpack por 50 gold coin e 50 crystal coin data/actions/actions.xml <action actionid="6012" event="script" value="baus/bau01.lua"/> data/actions/scripts/baus/bau01.lua local coin = 2148 -- id da primeira moeda local coin2 = 2160 -- id da segunda moeda local eff = 28 -- efeito mágico ao comprar o item local lever = { [7017] = {50, 50, 10522} -- [actionid] = {quantidade da moeda 1, quantidade da moeda 2, id do item a comprar} } function onUse(cid,item,fromPosition,itemEx,toPosition) if getPlayerItemCount(cid, coin) >= (lever[item.actionid][1]) and getPlayerItemCount(cid, coin2) >= (lever[item.actionid][2]) then doPlayerRemoveItem(cid,coin,lever[item.actionid][1]) doPlayerRemoveItem(cid,coin2,lever[item.actionid][2]) doPlayerAddItem(cid,lever[item.actionid][3], isItemStackable(lever[item.actionid][3]) and 1) doPlayerSendTextMessage(cid,22,"Voce comprou " .. getItemNameById(lever[item.actionid][3]) .." por "..lever[item.actionid][1].." " ..getItemNameById(coin).. " e "..lever[item.actionid][2].." " ..getItemNameById(coin2)) doSendMagicEffect(getCreaturePosition(cid), config.eff) else return doPlayerSendTextMessage(cid, MESSAGE_INFO_DESCR, "Sao necessarios "..lever[item.actionid][1].." " ..getItemNameById(coin).. " e "..lever[item.actionid][2].." " ..getItemNameById(coin2).. " para realizar esta compra.") end end
  19. 1 ponto
    Nolis

    [TFS 0.4/1.0] NPC Ferreiro (Entrega item, espera x tempo, recebe item melhorado)

    Testado em: TFS 1.0 (10.31) Funciona em: TFS 1.0 e TFS 0.4 Descrição: Você leva uma determinada espada até o npc, fala com ele, ele vai pegar essa espada e ficar com ela por um certo tempo (3min), claro, você irá pagar uma quantia. Ao retornar, sua espada estará melhorada (no caso dos ids utilizados o npc irá trocar o item). Se houver algum bug, reporte que arrumaremos. Créditos: Jamison, Daniel. Diálogo e código:
  20. 1 ponto
    CoehManeh

    Procurando Spriter's - Projeto Naruto 2018

    Olá comunidade! Estou iniciando um projeto para mudar a cara desses servidores Naruto que existem atualmente. Eu observei que a maioria dos servidores estão na versão 8.X. Tendo em vista a variedade de novas opções para as versões mais atuais, estou trabalhando na 10.98 e pretendo implementar todo conteúdo e novos nessa versão, o que está sendo trabalhoso. Sendo assim, estou a procura de pessoas que queiram somar com esse projeto. A princípio estou a procura de Spriter's. A pessoa não precisa ser um profissional, basta querer somar com o projeto que eu ajudo ensinando a base para produzir algo como essa imagem abaixo (foi apenas um exemplo que eu fiz para mostrar o que pretendo) : Uma coisa especial que teremos no servidor é o sistema do personagem mudar as cores das roupas (o que poucos ou se bobear NENHUM servidor de Naruto tem), eu sei que isso não é difícil de fazer mas nenhum dono de servidor pensou/trabalhou isso. Eu estou pensando/trabalhando: Montando primeira Outfit atualizada: Ajustes e mais ajustes, decidi registrar tudo então assim farei: Primeira Outfit de Naruto concluída: Sistema de Pet auto-convoca se estiver equipado e você for para fora do PZ: Outfit's (Naruto, Ino e Rock Lee) + Pet, Crítico e Dodge 100% Ok: Várias outras ideias estão em mente, e já tenho um grupo de amigos que estão ajudar com conteúdo para o mesmo. Todo servidor encontra-se funcional e compilado por mim (Client e Distro), toda parte de programação por enquanto está comigo. Quem puder/quiser colaborar, estamos no Discord para mais informações: CLIQUE AQUI ! Obrigado! Créditos: TFS, Shinobi Online e toda comunidade que tem colaborado.
  21. 1 ponto
    Nolis

    [NEW] - Ajude a construir o melhor OTServer

    Respondido! Achei interessante a sua pergunta final: O que é pior em um OT? R: Não ter atualizações/novidades SEMANAIS - não ouvir os jogadores
  22. 1 ponto
    will_sk15

    [NEW] - Ajude a construir o melhor OTServer

    Olá pessoal!! Este questionário tem como objetivo identificar quais são os ASPECTOS que um magnifico OTServer tem que ter para que possa trazer ao máximo a DIVERSÃO que você tanto deseja. Por isso agrademos pelo seu tempo e contamos com sua contribuição. QUESTIONÁRIO: [Conteúdo Oculto]
  23. 1 ponto
    Nolis

    OpenTibia Sprite Pack

    Tópico bem organizado, parabéns. Muito bacana esse projeto, foi muito bom contribuir para o Pixel Realm e fico contente em saber que o projeto foi adiante.. Se eu voltar a fazer mais sprites com certeza disponibilizarei!
  24. 1 ponto
    Behmen

    Libs PokeStorm [Linux]

    @Jair Kevick Cara muito obrigado, tinha um cara vendendo a R$ 250,00! Tava quase desistindo já, muito obrigado mesmo!
  25. 1 ponto
    Elver Maguh

    OTBR Recomenda: Efferus!

    IMPORTANTE! Aqueles que fizeram doações durante o período online por favor enviem o comprovante de pagamento para o e-mail: [email protected] para que possamos analisar e oferecer reembolso em Efferus Coins para a nova temporada! Olá, aventureiros! Esta temporada de Efferus chegou ao fim, entretanto, já temos a data de reabertura marcada! Será no dia 1 de Junho de 2018 (01/06/2018) - Sexta feira. O servidor abrirá suas portas novamente, desta vez RESETADO e com inúmeras novidades! Aos recém chegados, o que é Efferus? Trata-se de um servidor de Open Tibia com mapa próprio, rates baixas e voltado ao Role Play. Novidades - Rates de Exp/Skill/Magic/Loot reajustadas; - Novo continente: Valkyria, com mais de 23 hunts, várias quests, poções ultimate/supreme a venda em lojas de poções mágicas e runas da cidade. Mad Mage Laboratory pra fazer Elementalist Outfit/Addon e muito RPG; - Implementação de Premium Account! (Tudo o que não for listado abaixo é disponivel para jogadores free account também, como por exemplo: Acesso as casas, promotion, etc) - Acesso ao continente Valkyria; - Variedade maior de outfits liberados; - Habilidade de usar montarias (free accounts podem alugar cavalos); - Trainers Exclusivos, regeneração de 1 minuto de stamina a cada 1 minuto treinando (free accounts recuperam 1min de stamina a cada 2min treinando); - Acesso ao terceiro slot de imbuement; - Slot extra no Prey - Bônus no Daily Reward - 100 pontos de soul a mais E muito mais! Informações Básicas Experiência (stage) Leve 1 ao 7 - 20x Level 8 ao 19 - 10x Level 20 ao 49 - 5x Level 50 ao 79 - 4x Level 80 ao 119 - 3x Level 120 ao 299 - 2x Level 300 em diante - 1.5x Skills: 10x Magic: 3x Loot: 1x Links Úteis Client 10 Oficial (não é necessário ip-changer) - [Conteúdo Oculto] Client 11 Não-Oficial (não é necessário ip-changer ou automap) - [Conteúdo Oculto] Automap (mini-map completo) - [Conteúdo Oculto] Guia de Hunts - [Conteúdo Oculto] Efferus Wiki - [Conteúdo Oculto] Calendário de Eventos - [Conteúdo Oculto] Comandos Úteis !tutor (FAQ - Perguntas Frequentes); !bless (30k) (bless gratuita até o nível 50); !teleport (fácil acesso as hunts até o nível 50); Características Gerais Imbuement 100% Prey System 100% Bônus de experiência em Party Task em grupo Daily Reward (Recompensa Diária, localizada nos depósitos das cidades) Summon Level 200+ Mana/HP Leech e Critical 100% As munições e runas são finitas, ou seja: acabam, somente as spears regulares são infinitas; Runas se tornam mais fortes quando conjuradas são "runadas" - (sendo elas: Avalanche, Explosion, Fireball e Great Fireball, Heavy Magic Missile, Light Magic Missile, Holy Missile, Icicle, Stalagmite, Stone Shower e Sudden Death); Castle War, com inúmeros benefícios com o sistema de guild dominante (mais informações: [Conteúdo Oculto]) Sistema de Forja: [Conteúdo Oculto] Dungeons: [Conteúdo Oculto] War anti-entrosa: [Conteúdo Oculto] Reward Chest, distribuição do loot de bosses de acordo com a participação do jogador; Invasões automáticas de Bosses Aleatórios aos sábados (21h), sendo eles: Gaz'haragoth, Ghazbaran, Morgaroth, Ferumbras, Orshabaal, Jaul, Tanjis e Obujos; Bomberman Mini-Game, funciona 24 horas e pode ser feito em grupo e também em 1v1; Zombie Event; !Autoloot; Tutores no Help-Channel e suporte ativo no Facebook.com/EfferusOpenTibia e também no Discord: discord.gg/525Vcr7; Principais Quests Próprias: Hogim Heart, Mind of Tormenta e mais! Principais Quests do Global devidamente refeitas (Pits of Inferno, Inquisition, Demon Oak, Demon Helmet, Wrath of the Emperor, Queen of the Banshees, In Service of Yalahar - Behemoth, Desert Quest (30k), Crusader Helmet, Black Knight, Blue Legs, Medusa Shield), além de Addons & Outfits! E muito muito mais! CRIE JÁ SUA CONTA! Contas criadas até a data de reabertura RECEBERÃO 7 DIAS DE PREMIUM ACCOUNT GRÁTIS! Em nome da equipe do Efferus, desejamos a todos um bom jogo!
  26. 1 ponto
    Majesty

    Como abrir e/ou criar mapas com o The Ruby RME (32-bit/64-bit)

    Como abrir e/ou criar mapas com o The Ruby RME (32-bit/64-bit) Tutorial explicando como abrir e/ou criar mapas com o Ruby Remere's Map Editor para o The Ruby Server. 1 - Downloads Necessários: - Arquivos The Ruby RME Github: [Conteúdo Oculto] - The Ruby RME: [Conteúdo Oculto] - The Ruby Client dat/spr: [Conteúdo Oculto] - Items (.otb e .xml) do The Ruby Server: [Conteúdo Oculto] - Tibia.otfi: [Conteúdo Oculto] 2 - The Ruby RME e The Ruby Client dat/spr. - Baixe e extraia os arquivos do The Ruby RME em uma pasta. Compile as sources do The Ruby RME. - Baixe e extraia o The Ruby Client dat/spr em uma pasta. 3 - Abrindo o Ruby RME - Antes de abrir o The Ruby RME, copie o items.xml e o items.otb do servidor The Ruby Server para a pasta 1098 dentro da pasta data do The Ruby RME. Confirme as substituições do items.xml e items.otb. - Copie o arquivo Tibia.otfi na pasta do The Ruby Client dat/spr e também dentro da pasta tools do The Ruby RME. Na pasta tools, ele vai perguntar pela substituição, confirme e substitua o arquivo. - Ao abrir o The Ruby RME, ele irá pedir o diretório da versão 10.98, basta indicar a pasta onde foi extraído o The Ruby Client dat/spr. - Desmarque a opção "Check File Signatures" em Files > Preferences > Client Version: - Imagem retirada do tópico: [Conteúdo Oculto] - Feito isso, para abrir o mapa, vá em File > Import > Import Map. - O The Ruby RME abrirá com sucesso e estará pronto para abrir e/ou criar mapas. 4 - Créditos Elver Maguh (Funções do Map Editor) Leohige (The Ruby RME) Majesty (Tutorial The Ruby RME)
  27. 1 ponto
    CoehManeh

    [Windows][VC2017] Compilando Sources TFS 1.2

    Parabéns, seu tutorial foi o melhor que vi até hoje! Os detalhes na explicação dos componentes que precisam ser instalados junto com o VS foram cruciais. Valeu!
  28. 1 ponto
    Majesty

    [Windows][VC2017] Compilando Sources TFS 1.2

    [Windows][VC2017] Compilando Sources TFS 1.2 Tutorial explicando como compilar as sources do The Forgotten Server com o Visual Studio 2017. 1 - Downloads Necessários - Visual Studio 2017: [Conteúdo Oculto] - Microsoft Visual C++ 2017 Redistributable: (32-bit download, 64-bit download) - TFS SDK 3.2 (Bibliotecas): [Conteúdo Oculto] -- sha1sum: 3fb1b140e40e8e8bc90f82f92bd022a50569b185 -- sha256sum: 2ffb549f336ad11550da9b9c40716880e13b1cc0ee86e7599022dcacc972a3bf - Bibliotecas Boost C++ 1.62.0: (32-bit download, 64-bit download) - Sources TFS 1.2: [Conteúdo Oculto] 2 - Instale os softwares necessários - Instale as bibliotecas Boost C++ 1.62.0. 3 - Visual Studio 2017 - Na tela inicial do Visual Studio, no produto Visual Studio Community 2017 clique no botão Instalar. - Na próxima tela, selecione Desenvolvimento para Desktop com C++. - Na mesma tela em Resumo, selecione: - Depurador Just-In-Time; - Conjunto de ferramentas VC++ 2017 versão 15.7 v14.14 ferramentas v141 [x86 e x64]; - Ferramentas de criação do perfil do C++; - SDK do Windows 10 (10.0.17134.0); - Ferramentas do Visual C++ para CMake; - Visual C++ ATL para x86 e x64; - SDK do Windows 10 (10.0.16299.0) para Desktop [x86 e x64]; - Conjunto de Ferramentas do VC++ 2015.3 v140 (x86, x64). - Componentes Individuais: - SDK do CRT Universal do Windows; - SDK do Windows 8.1. - Depois de baixado e instalado o Visual Studio Community 2017 e suas ferramentas, você estará apto a compilar as sources do TFS 1.2. 4 - TFS SDK 3.2 - Extraia os arquivos do TFS SDK 3.2. - Antes de rodar o arquivo "register_tfssdk_env.bat", clique com botão direito nele e em Editar. - Você encontrará escrito assim: setx TFSSDKDir %CD% - Você deverá colocar as "" (aspas duplas) em %CD% e adicionar "pause" no final (lembre-se de salvar o arquivo). - Ficando assim: setx TFSSDKDir "%CD%" pause - Rode o arquivo e ele irá abrir uma janela cmd informando com sucesso o valor salvo. Obs: fazendo isso, você não precisará adicionar as bibliotecas manualmente. 4.1 - Boost C++ - Mova o arquivo "register_boost_env.bat" que está na pasta do TFS SDK 3.2 para o diretório onde foi instalado o Boost C++ 1.62.0 (Exemplo: C:\local\boost_1_62_0) - Antes de rodar o arquivo "register_boost_env.bat", clique com botão direito nele e em Editar. - Você encontrará escrito assim: setx BOOST_ROOT %CD% - Você deverá colocar as "" (aspas duplas) em %CD% e adicionar "pause" no final (lembre-se de salvar o arquivo). - Ficando assim: setx BOOST_ROOT "%CD" pause - Rode o arquivo e ele irá abrir uma janela cmd informando com sucesso o valor salvo. Obs: fazendo isso, você não precisará adicionar as bibliotecas manualmente. 4.2 - Adicionando manualmente os diretórios das bibliotecas - Se os .bat não funcionarem, adicione manualmente os diretórios. - Utilize a Tecla do logotipo do Windows + Pause para acessar as Propriedades do Sistema. - Acesse Configurações avançadas do sistema. - Na aba Avançado, clique em Variáveis de Ambiente. - Em variáveis de usuário adicione os diretórios do TFSSDKDir e BOOST_ROOT. - Exemplo: 5 - Compilando as Sources do The Forgotten Server 1.2 - Encontre o diretório vc14 do TFS e abra o arquivo theforgottenserver.sln. - Abrirá uma nova janela para Examinar Ações de Solução, basta selecionar as opções conforme a imagem abaixo: - Feito isso, você estará apto a compilar as sources do TFS 1.2. - No Visual Studio, escolha a opção Release e a solução "Win32" ou "x64". - Para compilar as sources, clica em Build no menu e depois em Build Solution. - As sources serão compiladas com sucesso. 6 - DLL's Necessárias - Para rodar o servidor você precisa baixar as DLL's, elas são encontradas para download neste tópico: 7 - Créditos Desenvolvedores TFS: [Conteúdo Oculto] Ninja: [Conteúdo Oculto] Majesty (Tutorial de compilação no VS2017) Microsoft
  29. 1 ponto
    Majesty

    MyAAC

    No painel de administração do MyAAC existe a opção limpar cache, utilize-a e depois recarregue a página para ver se a imagem de fundo atualiza.
  30. 1 ponto
    Majesty

    [Windows][VC2017] Compilando Sources do The Ruby Client

    [Windows][VC2017] Compilando Sources do The Ruby Client Tutorial explicando como compilar as Sources do The Ruby Client com o Visual Studio 2017. 1 - Downloads Necessários - Visual Studio 2017: [Conteúdo Oculto] - Microsoft Visual C++ 2017 Redistributable: (32-bit download, 64-bit download) - Ruby Client SDK (Bibliotecas): [Conteúdo Oculto] 3 - Visual Studio 2017 - Na tela inicial do Visual Studio, no produto Visual Studio Community 2017 clique no botão Instalar. - Na próxima tela, selecione Desenvolvimento para Desktop com C++. - Na mesma tela em Resumo, selecione: - Depurador Just-In-Time; - Conjunto de ferramentas VC++ 2017 versão 15.7 v14.14 ferramentas v141 [x86 e x64]; - Ferramentas de criação do perfil do C++; - SDK do Windows 10 (10.0.17134.0); - Ferramentas do Visual C++ para CMake; - Visual C++ ATL para x86 e x64; - SDK do Windows 10 (10.0.16299.0) para Desktop [x86 e x64]; - Conjunto de Ferramentas do VC++ 2015.3 v140 (x86, x64). - Componentes Individuais: - SDK do CRT Universal do Windows; - SDK do Windows 8.1. - Depois de ter feito o download e instalado o Visual Studio 2017 e suas ferramentas, você estará apto a compilar as sources do The Ruby Client. 4 - Ruby Client SDK - Extraia os arquivos do Ruby Client SDK. - Antes de rodar o arquivo "register_otclient_sdk_env.bat", clique com botão direito nele e em Editar. - Você encontrará escrito assim: setx OTCLIENTSDKDir %CD% - Você deverá colocar as "" (aspas duplas) em %CD% e adicionar "pause" no final (lembre-se de salvar o arquivo). - Ficando assim: setx OTCLIENTSDKDir "%CD%" pause - Rode o arquivo e ele irá abrir uma janela cmd informando com sucesso o valor salvo. Obs: fazendo isso, você não precisará adicionar as bibliotecas manualmente. 4.1 - Boost C++ 1.63.0 - Antes de rodar o arquivo "register_otclient_boost_env.bat" que está na pasta do Ruby Client SDK/boost 1_63_0), clique com botão direito nele e em Editar. - Você encontrará escrito assim: setx BOOST_ROOT_OTCLIENT %CD% - Você deverá colocar as "" (aspas duplas) em %CD% e adicionar "pause" no final (lembre-se de salvar o arquivo). - Ficando assim: setx BOOST_ROOT_OTCLIENT "%CD%" pause - Rode o arquivo e ele irá abrir uma janela cmd informando com sucesso o valor salvo. Obs: fazendo isso, você não precisará adicionar as bibliotecas manualmente. 4.2 - Adicionando manualmente os diretórios das bibliotecas - Se os .bat não funcionarem, adicione manualmente os diretórios. - Utilize a Tecla do logotipo do Windows + Pause para acessar as Propriedades do Sistema. - Acesse Configurações avançadas do sistema. - Na aba Avançado, clique em Variáveis de Ambiente. - Em variáveis de usuário adicione os diretórios do OTCLIENTSDKDir e BOOST_ROOT. - Exemplo: 5 - Sources The Ruby Client: - Se você tem o cliente Git instalado, pode utilizar esse comando para fazer download das sources: git clone [Conteúdo Oculto] - Se você não tem o cliente Git instalado, pode fazer o download das sources em: [Conteúdo Oculto] 6 - Compilando as Sources do The Ruby Client - Encontre o diretório vc14 do The Ruby Client e abra o arquivo otclient.sln. - Abrirá uma nova janela para Examinar Ações de Solução, basta selecionar as opções conforme a imagem abaixo: - Feito isso, você estará apto a compilar as sources do The Ruby Client. - No Visual Studio, escolha Release e a solução "Win32". - Para compilar as sources, clica em Build no menu e depois em Build Solution. - As sources serão compiladas com sucesso. 7 - Abrindo o The Ruby Client - Copie as DLLs glew32.dll (glew2.0.0 > bin > x86), zlib.dll (zlib-1.2.8.8> bin > x86) , openal32.dll (OpenAL-1.15.1> bin > x86) e libcrypto-1_1.dll (OpenSSL 1.1.0h > bin) da pasta Ruby Client SDK 1.0 para a pasta do executável do The Ruby Client. - The Ruby Client será aberto com sucesso! 8 - Créditos edubart: [Conteúdo Oculto] Ninja: [Conteúdo Oculto] Leohige: [Conteúdo Oculto] Majesty (Tutorial de compilação no VS2017) Microsoft
  31. 1 ponto
    Majesty

    The Ruby Server - Tutoriais

    Tutoriais Programação: Infraestrutura: Mapping: Website:
  32. 1 ponto
    Majesty

    [MySQL] The Ruby Server + Ruby Website + WampServer

    [MySQL] The Ruby Server + Ruby Website + WampServer Tutorial para colocar servidor The Ruby Server online com Ruby Website e WampServer. 1 - Download The Ruby Server: [Conteúdo Oculto] 2 - Instalação do Ruby Website + WampServer 3 - Config.lua - Entre na pasta do The Ruby Server - Coloque a senha do PHPMyAdmin (se configurada) - Coloque o nome da database criada Exemplo: - MySQL mysqlHost = "127.0.0.1" mysqlUser = "root" mysqlPass = "" mysqlDatabase = "rubyserver" mysqlPort = 3306 mysqlSock = "" passwordType = "sha1" 4 - Conectando ao The Ruby Server: - Para conectar ao The Ruby Server, você precisa do The Ruby Client. - Você pode compilar as sources do The Ruby Client e obter o executável através do tutorial abaixo: 5 - Créditos: Download: Leohige: [Conteúdo Oculto] Tutorial: Majesty
  33. 1 ponto
    Majesty

    [Windows][VC2017] Compilando Sources do The Ruby Server

    [Windows][VC2017] Compilando Sources do The Ruby Server Tutorial explicando como compilar as sources do The Ruby Server com o Visual Studio 2017. 1 - Downloads Necessários - Visual Studio 2017 Community: [Conteúdo Oculto] - Microsoft Visual C++ 2017 Redistributable: (32-bit download, 64-bit download) - Git: [Conteúdo Oculto] - VCPKG: [Conteúdo Oculto] 2 - Visual Studio 2017 - Na tela inicial do Visual Studio, no produto Visual Studio Community 2017 clique no botão Instalar. - Na próxima tela, selecione Desenvolvimento para Desktop com C++. - Na mesma tela em Resumo, selecione: - Depurador Just-In-Time; - Conjunto de ferramentas VC++ 2017 versão 15.7 v14.14 ferramentas v141 [x86 e x64]; - Ferramentas de criação do perfil do C++; - SDK do Windows 10 (10.0.17134.0); - Ferramentas do Visual C++ para CMake; - Visual C++ ATL para x86 e x64; - SDK do Windows 10 (10.0.16299.0) para Desktop [x86 e x64]; - Conjunto de Ferramentas do VC++ 2015.3 v140 (x86, x64). - Componentes Individuais: - SDK do CRT Universal do Windows; - SDK do Windows 8.1; - Pacotes de Idiomas (Inglês e Português (Brasil)). 3 - Instale os softwares necessários - Instale o Git. - Para fazer a instalação completa do VCPKG, execute os comandos abaixo no Git Bash: git clone [Conteúdo Oculto] cd vcpkg ./bootstrap-vcpkg.bat ./vcpkg integrate install 4 - Sources The Ruby Server: - Faça o download das sources do The Ruby Server com o comando abaixo no Git Bash: 5 - Instalação das bibliotecas VCPKG - Escolha um dos conjuntos de bibliotecas abaixo de acordo com o seu sistema operacional. - Execute o comando com o Git Bash. - Para compilação em 64-bit: ./vcpkg install boost-iostreams:x64-windows boost-asio:x64-windows boost-system:x64-windows boost-variant:x64-windows boost-lockfree:x64-windows luajit:x64-windows libmariadb:x64-windows pugixml:x64-windows mpir:x64-windows - Para compilação em 32-bit: ./vcpkg install boost-iostreams:x86-windows boost-asio:x86-windows boost-system:x86-windows boost-variant:x86-windows boost-lockfree:x86-windows luajit:x86-windows libmariadb:x86-windows pugixml:x86-windows mpir:x86-windows 6 - Compilando as Sources do The Ruby Server - Encontre o diretório vc14 do TRS (C:\Usuários\SeuUsuário\vcpkg\rubyserver\vc14) e abra o arquivo therubyserver.sln. Isso irá abrir o Visual Studio e você estará apto a compilar as sources. - No Visual Studio, escolha a opção Release e a solução "Win32" ou "x64". - Para compilar as sources, clica em Build no menu e depois em Build Solution. - As sources serão compiladas com sucesso. 6 - DLL's Necessárias Para compilação em 64-bit: - Copie as DLLs da pasta (C:\Usuários\SeuUsuário\vcpkg\rubyserver\vc14\x64\Release) ou da pasta (C:\Usuários\SeuUsuário\vcpkg\installed\x64-windows\bin): Para compilação em 32-bit: - Copie as DLLs da pasta (C:\Usuários\SeuUsuário\vcpkg\rubyserver\vc14\Release) ou da pasta (C:\Usuários\SeuUsuário\vcpkg\installed\x86-windows\bin): 7 - Abrindo o The Ruby Server - Para abrir o The Ruby Server, siga o tutorial abaixo: 8 - Créditos Desenvolvedores TFS: [Conteúdo Oculto] Leohige: [Conteúdo Oculto] Majesty (Tutorial de Compilação no VS2017) Microsoft (VCPKG)
  34. 1 ponto
    Komuro

    PokeStorm 3.20 Linux & Website

    Olá galera, estou aqui para deixar o download do PokeStorm que foi liberado pelo @Lervisc em outro forum. Alguns pontos do servidor PS: O servidor está em linux. Incluem-se nesta download: servidor, cliente e site. Esta é a versão antiga, não a atual. O servidor requer configurar um linux antes, é necessário aplicada uma senha propria no mysql - Eu acredito que a password é: pKe_StoRM_21 (não é a senha do phpmyadmin). O servidor só abre com este cliente, não abri-rá com o outro. Este servidor é altamente protegido, deve haver mais problemas para deixá-lo online. Então podemos dizer que ele é base de estudos dos scripts atuais do PokeStorm. Imagens do servidor: Conteúdos do servidor: Download do servidor, cliente e site: Mega: Download Scan: Depois farei o scan. Créditos: PokeStorm Lervisc (Liberou download)
  35. 1 ponto
    Majesty

    [Windows][VC2017] Compilando Sources OTClient

    [Windows][VC2017] Compilando Sources OTClient Tutorial explicando como compilar as Sources do OTClient com o Visual Studio 2017. 1 - Downloads Necessários - Visual Studio 2017: [Conteúdo Oculto] - Microsoft Visual C++ 2017 Redistributable: (32-bit download, 64-bit download) - OTClient SDK 1.0 (Bibliotecas): [Conteúdo Oculto] 2 - Visual Studio 2017 - Na tela inicial do Visual Studio, no produto Visual Studio Community 2017 clique no botão Instalar. - Na próxima tela, selecione Desenvolvimento para Desktop com C++. - Na mesma tela em Resumo, selecione: - Depurador Just-In-Time; - Conjunto de ferramentas VC++ 2017 versão 15.7 v14.14 ferramentas v141 [x86 e x64]; - Ferramentas de criação do perfil do C++; - SDK do Windows 10 (10.0.17134.0); - Ferramentas do Visual C++ para CMake; - Visual C++ ATL para x86 e x64; - SDK do Windows 10 (10.0.16299.0) para Desktop [x86 e x64]; - Conjunto de Ferramentas do VC++ 2015.3 v140 (x86, x64). - Componentes Individuais: - SDK do CRT Universal do Windows; - SDK do Windows 8.1. - Depois de ter feito o download e instalado o Visual Studio 2017 e suas ferramentas, você estará apto a compilar as sources do OTClient. 3 - OTClient SDK 1.0 - Extraia os arquivos do OTClient SDK 1.0. - Antes de rodar o arquivo "register_otclient_sdk_env.bat", clique com botão direito nele e em Editar. - Você encontrará escrito assim: setx OTCLIENTSDKDir %CD% - Você deverá colocar as "" (aspas duplas) em %CD% e adicionar "pause" no final (lembre-se de salvar o arquivo). - Ficando assim: setx OTCLIENTSDKDir "%CD%" pause - Rode o arquivo e ele irá abrir uma janela cmd informando com sucesso o valor salvo. Obs: fazendo isso, você não precisará adicionar as bibliotecas manualmente. 3.1 - Boost C++ 1.63.0 - Antes de rodar o arquivo "register_otclient_boost_env.bat" que está na pasta do OTClient SDK 1.0/boost 1_63_0), clique com botão direito nele e em Editar. - Você encontrará escrito assim: setx BOOST_ROOT_OTCLIENT %CD% - Você deverá colocar as "" (aspas duplas) em %CD% e adicionar "pause" no final (lembre-se de salvar o arquivo). - Ficando assim: setx BOOST_ROOT_OTCLIENT "%CD%" pause - Rode o arquivo e ele irá abrir uma janela cmd informando com sucesso o valor salvo. Obs: fazendo isso, você não precisará adicionar as bibliotecas manualmente. 3.2 - Adicionando manualmente os diretórios das bibliotecas - Se os .bat não funcionarem, adicione manualmente os diretórios. - Utilize a Tecla do logotipo do Windows + Pause para acessar as Propriedades do Sistema. - Acesse Configurações avançadas do sistema. - Na aba Avançado, clique em Variáveis de Ambiente. - Em variáveis de usuário adicione os diretórios do OTCLIENTSDKDir e BOOST_ROOT. - Exemplo: 4 - Sources OTClient - Se você tem o cliente Git instalado, pode utilizar esse comando para fazer download das sources: git clone [Conteúdo Oculto] - Se você não tem o cliente Git instalado, pode fazer o download das sources em: [Conteúdo Oculto] 5 - Compilando as Sources do OTClient - Encontre o diretório vc14 do OTClient e abra o arquivo otclient.sln. - Abrirá uma nova janela para Examinar Ações de Solução, basta selecionar as opções conforme a imagem abaixo: - Feito isso, você estará apto a compilar as sources do OTClient. - No Visual Studio, escolha Release e a solução "Win32". - Para compilar as sources, clica em Build no menu e depois em Build Solution. - As sources serão compiladas com sucesso. 6 - Abrindo o OTClient - Copie as DLLs glew32.dll (glew2.0.0 > bin > x86), zlib.dll (zlib-1.2.8.8> bin > x86) e openal32.dll (OpenAL-1.15.1> bin > x86) da pasta OTClient SDK 1.0 para a pasta do executável do OTClient. - OTClient será aberto com sucesso! 7 - Créditos edubart: [Conteúdo Oculto] Ninja: [Conteúdo Oculto] Majesty (Tutorial de compilação no VS2017) Microsoft
Esta tabela de classificação está definida como São Paulo/GMT-03:00
×